Seguidores

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

O pedido


O pedido
*
Estrelas que cintilam ao seu olhar,
Olhar brilhante como prata a luz crescente
Hipnotizando como ondas a seus raios...
Já fez algum pedido a uma estrela?
Uma súplica, um sonho a ser realizado...
Um suspiro com sentimentos, paixão refreada...
Ignora-se a voz da razão, escuta-se a voz da insensatez.
Chamejam os olhares, revivam os sentidos...
O céu como testemunha, o desejo concedido.
Toques que inflamam, que rescindem o acaso.
Já fez algum pedido a uma estrela?
Beijo roubado, antes ignorado...
Gosto do pecado...
Amar e não ser amado.
Sou emoção, você é razão...
Sou amor, você é paixão...
Você é luz, em minha escuridão...
Recende pinho e chuva de verão.
Beijo roubado, agora desejado...
Já fez algum pedido a uma estrela?
Sonho realizado, um encontro a muito esperado.
*
Estive pensando em como é difícil lutar contra nossos sentimentos, quanto ao que almejamos. A razão nos diz para não nos iludirmos, para esquecermos... Já nosso coração suplica para não perdermos, para não desistirmos desse sentimento tão lindo que é o amor.
Penso que o amor é como se fosse um jogo, onde podemos perder, mas também podemos ganhar... E nesse jogo, as regras somos nós que criamos e elas estão baseadas no que estamos dispostos a receber e a ceder.
O importante é amar, deixar que as estrelas concedam os seus mais secretos desejos. E que o brilho das mesmas façam com que os sonhos se tornem reais.
*
Débora F.
Crédito da imagem: Google