Seguidores

domingo, 8 de novembro de 2009

Sabor do beijo


Sabor do beijo

Lábios que convidam ao amor,
Declamando devotamente sua fala bem ensaiada...
É ator da vida, do palco, do nada...
Acendendo a chama do desejo, da cobiça, do querer.
Saciando-me em seus lábios de mel...
Figuro-me entre tantas outras.
Aspirando, desejando, cobiçando, acreditando...
A espera do seu beijo, doce querubim.
Beija-me.
Sinto seu gosto sem degustar, néctar do amor...
Experimento seu sabor sem saborear, aplacando meu desejo.
Prelúdio da paixão, ditando as regras do querer...
Nos bastidores me encontro, ansiando por você.
Na vida me escondo, sonhando com seus lábios bem-amados.
Beija-me.
Meus lábios... Seus lábios...
Deliciando-nos com o gosto do pecado.
Provo sua boca sem sorver, almejando você.
Ao sabor do bel-prazer sigo embevecida pelo palco afora.
Meu segredo contado a ti na linguagem do:
Puro, insano, tremulo, desejoso, quente... “Beijo”.
Extravasando a alma ao tocar dos lábios.
Beija-me como se não houvesse o amanhã.
Final da peça, o beijo final acontece...
Beijou-me hoje... Beija-me amanhã?
Seja como for... Beijou-me hoje.


Débora F.

Um beijo (do latim basium) é o toque dos lábios com qualquer coisa, normalmente uma pessoa. Na cultura ocidental é considerado um gesto de afeição. Entre amigos, é utilizado como cumprimento ou despedida. O beijo nos lábios de outra pessoa é um símbolo de afeição romântica ou de desejo sexual - neste último caso, o beijo pode ser também noutras partes do corpo, ou ainda o chamado beijo de língua, em que as pessoas que se beijam mantêm a boca aberta enquanto trocam carícias com as línguas. (Wikipédia).

Beijar é delicioso...
Quando encontramos alguém amigo, nós demonstramos nosso carinho através do beijo;
Ao nos depararmos com “aquela” pessoa que faz com que nosso coração por alguns segundo pare de bater, é o prelúdio da paixão, e sentimos verdadeiramente, no momento em que nossos lábios se tocam... Pelo beijo há o reconhecimento do querer, do sentir.
Ao estarmos enamorados, demonstramos nosso amor através de pitadas de palavras e ações. O beijo é essencial... “Beijo-te porque te amo... Beijo-te porque te quero... Beijo-te porque te desejo... Beijo-te porque sou apaixonada por você”.


“O beijo é a menor distância entre dois apaixonados.” (Amy Banglin).

O beijo faz maravilhas a um relacionamento...
No entanto, dentre as múltiplas formas de manifestações, o beijo é essencialmente caracterizado para demonstrar o carinho, a amizade, o desejo, a ternura, o aconchego, o querer, o prazer, o sentir, o respeito, o amor e a paixão entre as pessoas.

Beijar é excitante, mas não vá com muita sede ao pote.

“Beijo bom é beijo decidido, mesmo que a decisão seja levá-lo devagar ao longe.” (Martha Medeiros).

Que tal começar com beijinhos no canto dos lábios, é maravilhoso! Então... Um suave selinho.
Agora sim, podemos aprofundar... Um beijinho mais demorado. É de enlouquecer! Deixe ir mais além, com calor, com ousadia... Mas, acima de tudo com muito prazer, paixão e sintonia!

"Não fale, amor. Cada palavra, um beijo a menos." (Dalton Trevisan).

Ouse,
Crie,
Sinta,
Explore,
Acarinhe,
Mas... Beije muito!

“... Beije-me, mas me beije com vontade! Pedi, sussurrei... Não quero um beijo qualquer, quero o seu, quero sentir a suavidade de seus lábios, quero sentir o poder da emoção que evoca deles!”

Débora F.
Crédito da imagens: Google