Seguidores

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Sede de paixão

Sede de paixão

Entre olhares diversos
Meus olhos se fixaram ao seu.
O tempo passou, viajei nos sonhos meus...
Senti o amor refletido,
Em cada olhar, em cada gesto.
Perdão meu amor por te amar de repente...
Fui enfeitiçada, não posso me culpar...
Culpo você, por seu olhar brilhar.
Culpo você, por me enamorar.
Culpo você, por me apaixonar...
Tenho sede, quero beber em sua boca,
O perfume do seu sorriso.
Embriagar-me na suavidade,
Na intensidade de seu calor...
Como se fosse vinho, na taça da paixão.
Ás vezes doce, ás vezes amargo.
Um brinde ao desejo,
Um brinde ao prazer,
Um brinde ao amor...
Ainda me culpa por te amar?
Sou somente uma mulher,
Que tem sede de Paixão.
Tim Tim
Débora F.