Seguidores

domingo, 1 de janeiro de 2012

Tenho em mim, você

Tenho em mim, você.
Olho ao longe e não te vejo,
respiro vestígios do ar quem um dia compartilhamos,
querendo sentir ainda um pouquinho de você.
Perco-me em divagações, saudade que consome.
Tenho em mim, você.
Estendo minhas mãos e não te alcanço,
acaricio o nada imaginando ser você,
desejando tocar o que antes foi meu.
Meus pensamentos te buscam onde quer que esteja.
Tenho em mim, você.
Fecho meus olhos e te vejo,
tão real, tão meu...
ouço as batidas de meu coração.
Então eu sei, que mesmo não sendo meu,
ainda o sinto, pois meu coração ainda é seu.
                                                                                                                _Débora Francischini_
Crédito da imagem : Google