Seguidores

terça-feira, 5 de julho de 2011

Saudade

Saudade

Minha mente divaga em pensamentos já reclusos.
Viajo em episódios vividos e sonhados...
Um dia te quis e te chamei de meu.
Hoje o que era se foi.
O amor presente se fez passado... Saudade!
De repente a saudade, a nostalgia me abraça.
Meu amanhecer foi até você.
Relembrando, sentindo, querendo...
Percorro caminhos obstruídos.
Um dia te desejei e te senti meu.
Hoje o que almejei, o tempo levou.
O querer presente se fez passado... Saudade!
De repente à vontade, a tristeza me alcança.
Meu entardecer foi até você.
Sonhando, vivendo, pedindo...
Corro alamedas interrompidas.
Um dia te amei e te proclamei meu.
Hoje o que amei, o encanto acabou.
O amor presente se fez passado... Saudade!
De repente a lembrança, a dor me entristece.
Meu anoitecer foi até você.
Amando, esperando... Ainda amando.
Recordo tempos existidos...
Um dia fui feliz e passou.
Hoje o que esperei, o momento passou.
O sonhar presente se fez passado... Saudade!
Saudade de um amor passado.
A dor presente se faz passado... Saudade!
A esperança presente se faz futuro... Saudade?
Não, simplesmente um novo recomeço.

 Débora Francischini
Crédito da imagem: Google