Seguidores

domingo, 26 de junho de 2011

Toque-me

 Toque-me

Meus pensamentos te buscam refletindo meus desejos.
Minha mente divaga ao encontro do querer...
Cobiço o calor de seu corpo de encontro ao meu.
Toque-me... É pedir muito?
Minha imaginação viaja em caminhos obtusos.
Meu corpo anseia ao seu querer...
Condiciono minha pele a sentir você... Doce fugitivo.
Toque-me... É pedir muito?
Fantasio o momento, invento o prazer esperado.
Minha ilusão se faz real...
Sinto a paixão anunciada, o calor alucinado.
Toque-me... É pedir muito?
Meu deleite é ter você, senti-lo em sua plenitude.
Vê-lo sussurrar meu nome... Em lábios saciados.
Experimento o prazer dos céus, a aprovação dos deuses.
Doce Eros.
Toque-me... É pedir muito?
Meus pensamentos te buscam em ilusórios momentos.
Só hoje... Toque-me.

Débora Francischini
"Pensamentos buscam a paixão onde os olhos não veem" (Débora Francischini).

Crédito das imagens: Google