Seguidores

domingo, 11 de dezembro de 2011

MEUS VERSOS, MINHAS FRASES, MEUS SONHOS, MEUS PORÉNS... (Fase 1)

Não espere o meu amor, não me queira, não sinta... Eu darei o meu amor a você, que realmente queira, que realmente sinta, que... Saiba me merecer.  (Débora Francischini)

"Nos braços de meu amor, meu corpo sente o que o coração clama" (Débora Francischini.)

"Quando se ama, ama eternamente... Mesmo que amores diferentes" 
(Débora Francischini)

"Pensamentos buscam a paixão onde os olhos não veem" (Débora Francischini).

                                        "A procura se faz... Mas, cansa!" (Débora Francischini)


 Um mero olhar desnuda a alma do amor que se faz...  

"Meu olhar por muitas vezes se perde, pois a procura de um encontro se rende a um olhar de mero desengano." (Débora Francischini)


Sonhos e anseios se mesclam em davaneios. Quem sou eu para ousar definir a intensidade de um desejo! (Débora Francischini)

Crédito das imagens: Google.